Seguir por Email

10 de mai de 2012

Meu eu sem minha filha

O despertar não é mais o mesmo
às vezes parece ser feito ao esmo
sem vontade, sem desejo
mesmo assim eu me mexo
pois sei que olhando por mim estás.

Tento ser forte e seguir
lutar bravamente, não desistir
pra não te decepcionar

Vezes eu avanço
vezes eu entro em prantos
finjo estar tudo bem
só pra tentar te alcançar

Quero merecer
todo amanhecer
pois você é meu sol
é o meu iluminar

É a mão a que me segura
o sorriso que tranquiliza
a força que eu preciso
mesmo sem aqui estar

Não pude tê-la em meus braços
nem ver a cor do seu olhar
mas só de ouvir seu choro
pude sentir o que é amar

Você mudou meu viver
fez de mim novo ser
que agora espera um dia
poder te reencontrar

Saudades sempre Duda!







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Querido (a) leitor (a),
Você é muito bem vindo neste blog, mesmo que não concorde com o que lê aqui. No entanto peço que seja respeitoso ao incluir o seu comentário. Reforço que não concordamos com todas as mensagens deixadas no painel, que visa ser uma ferramenta de auxílio à famílias que passam pela mesma situação.
Qualquer outro contato pode ser feito pelo e-mail: kellenreis.tv@gmail.com
Obrigada.